Mais uma foto da “Tata”…

É, meu irmãozinho Pedro (sim, esse “marmanjão” da foto abaixo! hehe), ainda me chama de “Tata”… e não é que a Bruna aprendeu com ele… 🙂  (E ai deles se pararem com isso… já tá avisado! 😉 ) O gatinho que parece não estar gostando, nem dos beijos, nem dos flashs é o Zé… pobre vítima do Pê… e dos meus flashs, claro! hehe
Apresentações feitas, vamos a foto:

Eu pensei cá comigo: essa foto ficou muito boa… retrata bem eles e a família que formam… vou postar! Masssss antes… vou dar mais uma ajeitadinha no enquadramento, na luz, cores, etc, claro né! E quando fui recortar, quem disse que dava certo? Nenhum enquadramento ficava melhor que esse… parei para pensar na teoria…

… e pensei….

E descobri (não demorou tanto assim tá!) o porque desse enquadramento ser tão agradável!

Reza a lenda que quando se quer destacar algo (objeto) em uma foto, não se centraliza, se coloca esse objeto em um dos “terços”… funciona assim ó: você imagina a foto divida em três partes, tanto na horizontal, quanto na vertical, por duas linhas retas. Nos pontos onde essas linhas se tocam, você enquandra o objeto da foto. Isso torna a foto “confortável” de se ver…

Nessa foto, sem querer, tanto o Pê quanto a Bru, ficaram nesses pontos… por isso, por mais que eu cortasse, eu não ia conseguir algo melhor….

Família Feliz! - Por "Tata"

Agradecimentos especiais: ao Zé, por aguentar-nos! hahaha