Sobre medos e desespero

Agradecimento especial as amigas e modelos mais corajosas e empolgadas: Juliana, Marcela e Camila! Que viraram a noite fotografando, interpretando, se enfiando no meio do mato, invadindo propriedade privada, deitando em trilhos de trem… e por aí a fora! 🙂

1 DSC_5048 2

2 DSC_5051 2

3 DSC_5062 2

4 DSC_5069 2

5 DSC_5125 2

6 DSC_5168  2

7 DSC_5171 2

8 DSC_5095 2

9 DSC_5089 2

10 DSC_5081 2

11 DSC_5086  2

12 DSC_5103 2

13 DSC_5112 2

14 DSC_5118 2

15 DSC_5100 2

16 DSC_5101 2

Vila Velha… de novo!

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Vila Velha

Mosteiro da Ressurreição

Lugar lindo… fiquei encantada!

Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

Cemitério - Mosteiro da Ressurreição

Cemitério – Mosteiro da Ressurreição

Varanda - Mosteiro da Ressurreição

Varanda – Mosteiro da Ressurreição

Sino - Mosteiro da Ressurreição

Sino – Mosteiro da Ressurreição

Caminho - Mosteiro da Ressurreição
Caminho – Mosteiro da Ressurreição
Mosteiro da Ressurreição
Mosteiro da Ressurreição
Capela - Mosteiro da Ressurreição
Capela – Mosteiro da Ressurreição
Mosteiro da Ressurreição
Mosteiro da Ressurreição
Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

Mosteiro da Ressurreição

O processo cruzado

Processo cruzado? Resumindo: filme slide/chromo (positivo) revelado como se fosse um filme negativo comum. Isso muda as cores, bagunça tudo e deixa as fotos muuuuito mais interessantes! 😀 Chequem só:

Mais analógicas…

Câmera mais “moderninha” dessa vez: testando minha nova La Sardina, The Guvnor! com filme da Lomography, Color, Iso 400.

E pessoal, eu estou amando! Fotografar com câmera analógica é outra técnica, outra linguagem, outro tudo… liberdade total, diversão, pura espontaneidade! Acho que me apaixonei…

 

 

Pinheiro do Brasil – “Araucária angustifolia”

 

 

Ipê amarelo – “Tabebuia alba”

 

 

Mais Ipê…

 

 

Adivinhe… P-)

 

 

Só as janelas…

 

 

Autorretrato…

 

 

PS: Clique para ver as fotos ampliadas!

Vôo de Balão!

Tudo começou na madrugada que tinha o toque especial de ser aquela com a maior lua cheia do ano! Para ajudar nem fez frio como estava fazendo nesses últimos dias. Nada de névoa e nada de vento. Em outras palavras, foi a manhã perfeita para um vôo de balão.

A diversão já começa na montagem do equipamento. Além de não desgrudarmos os olhos da equipe que trabalhava, ainda entramos dentro do gigante colorido enquanto ele estava sendo inflado! Parecia bem menor quando eu via aqui do chão… 🙂

A decolagem é tão suave que mal se sente. De repente você olha para baixo e vê que está subindo… e subindo… e subindo! A vista é linda e o passeio, indescritível. No final, depois da aterrissarmos em uma chácara do outro lado da cidade: café da manhã e brinde com espumante. O brinde, nos explicou o piloto, é uma tradição histórica que eles fazem questão de preservar!

Parabéns a empresa Air Company, reponsável pelo passeio, e a Taiana e aos outros organizadores que trouxeram a empresa, de Campo largo, aqui para PG! Foi perfeito!

 

Maior Lua Cheia do Ano!

E começa a tomar forma…

E esquenta…

Olha só o tamanho!

O Sol nascendo em Ponta Grossa…

Subindo… atravessamos as nuvens!

E o Sol foi um show a parte!

Não resisti e coloquei duas fotos porque esse momento foi espetacular!

Voltando para baixo das nunvens. Outro momento incrível foi o sol iluminando a cidade por frestas nas nuvens. No centro da foto a torre da Catedral de PG!

Se afastando da cidade…

Pousamos em um chácara… fiquei amiga desse cavalo depois! 😀

 

Sobre ruas e luas… a noite em Ponta Grossa!

Dica: para ver as fotos ampliadas, basta clicar sobre elas.

Ponta Grossa a noite… para começar!

Como nos outros trabalhos: só uma! Para aumentar a vontade e a espectativa!  😉

 

Ponta Grossa a noite!

 

 

Dica: clique na foto para vê-la ampliada.

Dica 2: Vem mais fotos de Ponta Grossa a noite por ai…

 

 

Vila Velha, finalmente!

Máquina fotográfica só, não! Ainda levei a tiracolo: marido, pai e mãe! 😀  Afinal, morando há praticamente cinco anos em Ponta Grossa (Paraná) era uma vergonha que eu ainda não tivesse ido conhecer o Parque Estadual Vila Velha!

Devia ter ido mais cedo…

 

Vila Velha

 

 

Vila Velha

 

 

Vila Velha

 

 

Vila Velha

 

 

Vila Velha

 

 

Dica:  quem quiser visitar o Parque, que fica a 15 minutos de carro de Ponta Grossa e, de Curitiba a 1hora e meia, pode ver mais informações clicando aqui!

Dica 2: como sempre, clique nas fotos para vê-las ampliadas.

 

 

Asfalto que brilha…

Desnecessário dizer que, para se conseguir fotos assim, tem de arriscar o pescoço !!! 😀  Os caminhões passavam numa velocidade que o vento produzido por eles balançava fotógrafa, câmera, sobretudo e tudo o mais… Mas valeu a pena! O asfalto na contra-luz da manhã brilhava como se fosse feito de diamantes!

Essas, com certeza, são as estradas que te trazem aqui para FotoLândia, caro passante! Bem-vindo!

 

 

Dica: clique para ver as fotos ampliadas!

FotoLândia orgulhosamente apresenta, na passarela…

Quando uma amiga me ligou convidando para um desfile de modas beneficente que ela estava ajudando a organizar… fiquei super empolgada!

Mas é claro que não demorou muito e já bateu a realidade: – Que responsa, heim! 😀 Mas que oportunidade para aprender também!

E saí a caça das informações: uma coisa com um professor, outra com outro, mais um pouquinho da internet e “voilà”…  algumas fotos aí em baixo!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Você estava por lá? Quer o arquivo completo com todas as fotos do defile? Clique AQUI para baixá-lo!

Noturnas n° 01

Atenção Passantes… Teremos uma série de fotos noturnas por aqui na FotoLândia!

Me inspirei nessa foto que fiz ante-ontem a noite e separei mais algumas, novas e antigas, de cenas noturnas deliciosas para vocês aproveitarem! Espero que gostem!

 

Ponta Grossa

Os beija-flores, a janela e a chuva…

Minha amiga Célia já tinha me chamado para ver outro dia mas, por razões puramente domésticas, não pude ir! Ela veio aqui na porta: – Paula! Venha tirar foto dos beija-flores aqui na janela. Com essa chuva eles ficam bem “doidinhos”!

A tal janela, que tem um bebedouro com aguinha doce pros malandrinhos, fica, por acaso, bem em cima da minha! Então hoje, assim que a chuva começou, muni minha câmera com a tele-objetiva e sentei na janela à espera!

A chuva estava bem forte no início, mas quando ela deu uma acalmada, pronto! Lá estavam os danadinhos voando para cima e para baixo, brigando pelo bebedouro… parecia uma pega-pega aéreo!

E que pega-pega… eu é que não conseguia pegar uma foto deles! Mal fazia o foco e já tinham saído voando de novo!!! Mas, com um pouco de paciência (estou exercitando a minha, pois nasci com muito pouco dela! 😦 ) saíram várias fotos! Em uma delas consegui, um tanto de sorte aqui, pegar dois deles se “bicando”! E como brigam esses danadinhos viu! 😀

Espero que apreciem as fotos tanto quanto me diverti ao fazê-las!


Beija-flor na chuva!

 

Beija-flores disputando o bebedouro...

 

Agradecimentos especiais à “Tia” Célia por me chamar atenção para os beija-flores!

Dica: cliquem nas fotos para vê-las ampliadas!

O outro lado…

… dela! 😀 Na verdade, o lado dela que todos conhecemos melhor…

Na FotoLândia novamente: Célia!

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

Fotos ampliadas? É só clicar!

 

O retorno da Jé…

Mais uma da Jéssica! Essa foi eu quem bateu, não a brux… ops, Ariella! 😉

Aliás, coitadas dessas minhas amigas, viu! Devem estar curiosíssimas para ver as fotos e, como só terei tempo para rapassar todas no final de semana, vão vendo assim “pingadinhas” aqui no blog, junto com você, caro leitor!
Desculpem amigas, logo vocês terão suas fotos, ok! 😀

E atenção amantes da fotografia pois aqui está uma excelente dica dos grande fotógrafos, que já li em vários livros e artigos: nunca mostre suas fotos ruins! Antes de entregá-las ou sair mostrando, check todas e apague aquelas que têm erros de foco, foram sub ou hiperexpostas, ou seja, todas aquelas que ficaram ruins por algum motivo.

Mostre sempre e apenas, seu melhor trabalho!

 

 

Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella

Dica: quer ver a foto ampliada? É só clicar!

Célia, parando o trânsito!

Sem palavras… apenas as imagens! 😉

 

Por Ana Paula

 

Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella

 

Fotografia por Ana Paula – Cabelo e Maquiagem por Ariella


Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella


Fotos ampliadas? Basta clicar!

 


O final do “causo” do atropelamento…

Continuando o “causo”…

Saímos correndo feito loucas. Peguei meu celular e liguei para a polícia que, ao invés de mandar logo o socorro, ficou fazendo perguntas! Caros leitores, sério, fiquei indignada com o tempo que demorou o socorro e com aquele policial que me atendeu, que sossego enquanto o pobre atropelado sangrava lá na nossa frente! Isso nos lembrou quando precisamos dos bombeiros no prédio onde moramos! Mais de 15 minutos para chegar! Até eu, a pé, teria chegado antes! E o prédio pegando fogo!

Continuando, o “rapagão” que dirigia, primeiro ficou preocupado com o carro para, só depois, se preocupar com o atropelado. Conversando com ele descobrimos que  já tinha perdido a carteira por excesso de multas! E estava dirigindo!!! Preciso comentar mais alguma coisa sobre o motorista?

Foi quando, no meio de toda essa loucura, o atropelado resolveu que iria se levantar e ir embora. E eu falando ao celular e dizendo para o moço ficar no chão e não se mexer, a Célia enterrada, de salto alto, naquela mal podendo se mexer e a pobre Ariella carregada com o equipamento e a maquiagem feito um burrinho de carga!

E o atropelado querendo sair correndo! Haja paciência!

Outra indignação aqui: nesse momento já tinha uma meia duzia de curiosos ali em volta. Todos homens. Mas fui eu quem teve de segurar o rapaz atropelado no chão, vocês acreditam? Caros leitores, quando os homens desse mundo ficaram, com o perdão da expressão, tão “bundões” assim? E não foi só aqui, nesse dia e incidente não, infelizmente “está” em todo lugar! Não vou nem perguntar onde está o cavalheirismo, vou perguntar onde está o bom senso e a boa educação mesmo!

Se você leitor, é homem, faça-me um favor: seja um homem. Dê seu lugar à uma pessoa idosa ou mulher com criança. Ajude alguém a carregar a mala ou sacola pesada. Acuda uma pobre fotógrafa e ajude-a a acalmar o acidentado e a fazer com que ele não se levante!

Voltando ao incidente… Pode ser que o rapagão tenha atropelado o rapaz porque estava olhando para nossa sessão de fotos? Pode sim. Mas o “isulfilm”, tão escuro quanto a noite, que ele tentou arrancar do carro antes mesmo de socorrer o atropelado não melhorou sua visibilidade, garanto. Além do quê, se você está dirigindo, nem que seja uma sessão de fotos para a Playboy, sua obrigação é olhar para a frente e prestar atenção.

O atropelado estava todo ensanguentado (e eu também à essa altura!) e uma das suas pernas tinha um belo “rombo”! Pensamos até que as pernas estivessem quebradas e pelo estrago no carro não entendemos como é que ele não estava era morto! Mas insitiu em se levantar e foi embora. Assim simplesmente… Aqui cabe uma nota: ele não cheirava a álcool, mas não estava em condições normais e isso era bem perceptível!

À essa altura suspiramos: aonde foi que a gente se meteu viu!

Depois de tudo isso, é claro, o rapagão que dirigia o carro também foi embora. Quando terminamos a sessão, vimos que a polícia o havia parado, um pouco para a frente do local do acidente. Não sabemos se realmente sabiam que era ele que tinha atropelado o rapaz ou se só o pararam por causa do estrago no carro, que ele já estava dirigindo novamente, diga-se se passagem.

Ficamos com vontade de parar e falar para polícia o que sabíamos, mas é claro que achamos melhor não falar nada, afinal, sabe Deus quem é esse rapaz. Infelizmente, tivemos de ser prudentes!

De qualquer maneira está aí a receita para um assasino no trânsito: irresponsável, inconsequente e, bem possivelmente, sem nenhuma punição. Enquanto ele não matar alguém não vai sossegar.


O atropelamento - Por Ana Paula

O “causo” do atropelamento…

A Célia (#amiga, #madrinha, #vizinha) queria tirar umas fotos legais! Já fazia tempo que tínhamos combinado, mas nunca dava certo! (Somos ocupadíssimas, claro! 😉 )

Finalmente conseguimos combinar que seria na sexta, no finalzinho da tarde. O tempo estava perfeito! Havia chovido, o ar estava límpido… Perfeito para fotografar!

A brux… ops, a Ariella (#amiga, #vizinha e, como você leitor já sabe, #falsa-fada 😀 ), deu um “trato” na nossa amiga e lá fomos nós para o local das fotos!

Aí começou o problema!

Nossa amiga já é bonita, toda arrumada então, estava de “parar o trânsito”…. literalmente! Nada esperto da nossa parte irmos fazer as fotos perto de uma rodovia não é mesmo! Argumentação: o lugar é lindo, com uma vista DI-VI-NA e as fotos ficariam maravilhosas lá… e ficaram mesmo (para provar vejam a foto no final desse post!)! Mas insisto: nada esperto! Um mulherão daqueles, naquele lugar, não podia dar certo!

Paramos o carro um pouco para a frente do local das fotos, ligamos o pisca-alerta e lá fomos nós!

Mal tínhamos começado (nem dez fotos ainda e, se parece muito leitor, conto que nessa tarde fizemos mais de quatrocentas ao todo!) quando, enquanto eu tentava ensinar a Célia a fazer um “biquinho” para a foto ( 🙂 ), ouvimos um belo e estrondoso: – POWWWWW!

– Ai, acertaram meu carro! Foi a primeira coisa que pensei…

Mas não foi. A Ariella, que estava mais atrás de nós, chegou a ver o rapaz voando!


Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella

Continua no próximo post…

Prólogo…

E não é que a brux… ops, a Ariella tem “mão boa”! 😀


Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella!

 

Mais fotos (e as histórias engraçadas pelas quais passamos para obtê-las!) em breve, aqui na FotoLândia! 😉

Dica de sempre: clique na foto para vê-la ampliada!

Na janela da sala…

Sou uma pessoa de sorte! Quando comecei a me interessar por fotografia e, principalmente depois que comprei minha primeira compacta avançada,  passava horas na janela de casa a fotografar a vista… o bairro, a igreja, a avenida, as ruazinhas… até as flores do terreno baldio ao lado do prédio foram fotografadas exaustivamente, em diferentes condições climáticas, de luz e horário!

Ter essa vista linda, tão acessível, me proporcionou muitas experiências e um grande aprendizado!

Fica aqui então, minha homenagem à vista da janela da sala de casa, ela merece! 😀


A janela da sala - Por Ana Paula

 

Dica: clique na foto para vê-la ampliada!

Minha lancheira do Bob Gruen!

Ahhh… tá bom eu admito! Estou igual criança esperando o primeiro dia de aula: super empolgada, querendo brincar com os cadernos e canetinhas novos e ainda com aquele friozinho gostoso na barriga! Essa noite, acreditem, até sonhei com isso!

E vocês nem sabem do que estou falando, certo? 🙂 Bem, o meu curso de fotografia vai começar! 😀

Eu já tinha feito um curso on-line! (On-line mas muito bom, tá… da National Geographic! (óh 🙂 ) ) E  foi excelente! Também já li alguns livros a respeito! Além, é claro, das inúmeras pesquisas, visitas a sites de grandes fotógrafos, galerias, fóruns, etc, etc… Até o manual da câmera fotográfica pode ser muito instrutivo, sabiam?!

Plagiando Fernando Pessoa: Tudo vale a pena quando a alma nao é pequena! E tudo foi realmante importante para chegar até aqui…  foi uma boa introdução… a base, imagino eu, para o curso que vai começar! E agora sim… agora vou aprender para valer!

Quando eu falei na página Sobre a Ana… Sobre a paula que ambas eram perfeccionistas, eu não estava brincando não! E  se é para fazer algo, hobby ou não, vamos fazer direito!

Então escolhi um curso de fotografia de um ano (sábados e domingos inteirinhos a cada 15 dias!) em uma escola muito bem conceituada de Curitiba, a Portfólio! E olha que eu já estava “paquerando” esse curso desde o ano retrasado… faltava coragem e, é claro, o curso não é dos mais baratos, então também faltava encaixá-lo no orçamento, junto com as viagens quinzenais e estadia em Curitiba!

Enfim, a matrícula eu fiz em outubro do ano passado quando fui conhecer a escola pessoalmente! Conhecer o lugar era o que faltava para me jogar de cabeça… Mas o início do curso ainda parecia tão longe… só “no-ano-que-vem”… Quando eu fiz a matrícula o curso nem tinha data certa para começar ainda! Até que esses dias entrei no site e estava lá: início das aulas em 19 de fevereiro (conincidentemente, aniversário do meu “irmãozinho” Pê!)!

19 de feveriro!!! Um mês e 12 dias! 19 de fevereiro já está ai!

Agora, embora eu ainda adore a moranguinho (!)  vou querer uma lancheira do Bob Gruen!


Minha lancheira do Bob Gruen - Montagem por Ana Paula

 

 

Feliz, feliz…

E para encerrar o ano com chave de ouro, a última foto do nosso Hobbit feliz! E aproveito para desejar a todos um super 2011… cheio de tudo que há de bom!

Por Ana Paula

Clique na foto para vê-la ampliada!