O Lobisomem à cores!

Última foto da série “Desafio – O Lobisomem do Arvoredo”!

(Obs: quero só ver o que que eu vou postar por aqui a partir de amanhã… ???)

 

Lobisomem à cores! Por Ana Paula!

Mais algumas do Lobisomem mais famoso do WordPress!

Lobisomem do Arvoredo IV - Por Ana Paula Aletto

 

 

Lobisomem do Arvoredo V - Por Ana Paula Aletto

 

 

E finalmente… o Lobisomem!

Sábado, 23 horas e 59 minutos… com vocês: O Lobisomem do Arvoredo! 🙂

 

O Lobisomem do Arvoredo, Por Ana Paula Aletto!

 

 

O Lobisomem do Arvoredo II, Por Ana Paula Aletto!

 

 

O Lobisomem do Arvoredo III, Por Ana Paula Aletto!

 

 

Meus sinceros agradecimentos a todos que colaboraram e especialmente ao Lobisomem que, por livre e espontânea pressão, aceitou ser fotografado!

E deu trabalho, heim… Mas gostei do resultado! Tem mais fotos legais, amanhã posto por aqui. Espero que tenham gostado do resultado e se divertido no processo tanto quanto eu gostei e me diverti!

 


O Lobisomem… parte II

Não demorou nadinha (sorte nossa pois não tínhamos rosquinhas nem café em copos de papelão!) e eis que surge o lobisomem no horizonte do estacionamento! Tio Paulo tirou a cabeça pra fora e gritou para ele algo que não consigo mais me lembrar o que era…

Do que eu não me esqueço no entanto, foi da cara que ele fez quando viu a gente!!! Se encolheu todo e fez uma careta que traduzia um pensamento como: – Não acredito que eles estão aqui, como é que eu escapo dessa agora??? … ou ainda, a careta podia significar: – Nãoooo, por favor nãoooooooo!!! É, acho que a segunda opção é a mais provável!

Como estacionamos ao lado da caravam, ele não podia fugir! Quer dizer, poder, poderia… mas… isso implicaria em fugir A PÉ e nosso lobisomem não me parece dos mais esportistas!!! E graças a falta de esportividade dele, ele estava cercado!!! A-há!

Ele resmungou, ameaçou, se debatou, choramingou e ao fim… se rendeu! Por precaução, trocamos de carros! Tio Paulo foi com ele na caravam e a moça simpática veio comigo!

O resultado? Bem… eu tenho até a meia noite pra postar né….

O Lobisomem… parte I

Olá pessoal… deu trabalho, mas conseguimos nossa “exclusiva” com o lobisomem do arvoredo!!! 🙂

Vou contar como foi para vocês, mas antes devo avisar para as interessadas que não posso passar telefone… nem celular, nem residencial! Muito menos revelar a identidade do modelo, pois ele tem namorada (que é uma moça muito simpática por sinal!) e é muito tímido, ok!

Meu agradecimento especial também aos amigos/padrinhos/vizinhos Célia e Paulo pelo apoio! Sem eles, eu nunca teria pego esse lobisomem pelo chifre! 😉

 

 

O encontro com o Lobisomem!!!


Pouco antes de escurecer, reuni toda minha equipe de caçadores, ou seja, Tio Paulo e eu e, com o Sol baixando no horizonte rumamos para a toca do lobisomem!

Chegando lá, Tio Paulo já anunciou: – Ele não está… a caravam dele não tá aí! (é meus amigos, esse lobisomem anda de caravam envenenada!!!)

Batemos palmas (caçadores ou não, somos seres educados e não iríamos arrombar o lar de ninguém sem antes ao menos batermos palmas, né!) e uma senhora muito simpática surgiu na janela: – Ele foi no mercado! Ela disse… e sem querer nos deu a deixa que precisávamos… esse lobisomem só vai no Condor (Tio Paulo conhece ele bem!), então, fomos pra lá atrás dele… sabíamos que ele esteva fugindo de nós!

Chegando lá, demos uma volta pelo estacionamento a procura da tal caravam e eis que, de longe, o tio paulo avistou-a! Estacionamos ao lado dela  e montamos Tocaia!

continua no próximo post!


Boas novas!!!

Acho que estamos conseguindo convencer o Lobisomem… ele ainda está meio reticente… ainda acha mendigos na rua para substituí-lo… mas está mais inclinado a aceitar!!!

Ufa… já estava ficando com medo de terminar tendo de aceitar os substitutos que ele arranja!

Hoje a noite, já está tudo combinado… não é noite de lua cheia, mas ele deve aparecer… eu espero… veremos!!!

A saga do “lobisomi” continua…

Passei um bom tempo matutando: – Onde foi que eu me meti!!!

E passei mais tempo ainda pensando em como fotografar o “tar do lobisomem” né!  Fiquei pensando em colocar algumas iscas… mas o quê que come um Lobisomem do Arvoredo? Seria esse um tipo especial de lobisomem vegetariano??? – Ué, como não! Se agora até os vampiros são vegetarianos… sem mencionar o brilho!!! Argh…

Bem, iscas e bobagens a parte, o “focu” (não o “foco” da foto tá…  me refiro a expressão paranaense para Lâmpada!) se acendeu na minha mente hoje cedo! Como sempre acontece comigo, é nesses 5 minutinhos a mais na cama de manhã que tenho meus “arroubos” de criatividade!

Gritei: – Já sei!!! E o Vírgilio, pela casa , nem sei dá onde, respondeu: – O Lobisomem do Arvoredo!!! Ele tá acostumados aos “arroubos” já!

Levantei tendo mil idéias e na hora do almoço fui falar com a minha vítima: um pobre moço indefeso que eu quero transformar em modelo de “lobisomem do arvoredo”!

Acontece que o moço é tímido!!! Minha vizinha/amiga/madrinha Célia e eu tentamos muitos argumentos para convencê-lo… até cerveja oferecemos!!! Mas esse Lobisomem, além de vegetariano, é abstêmio pelo jeito… que sorte eu levei!!!

Bem, nem tudo está perdido… ele é o modelo ideal e há de topar! Nem que eu tenha de arrumar uma máquina fotográfica feita de PRATA!!! E fazer muita chantagem…

Conto mais para vocês amanhã!