Pancho, o gatinho… e sua turma!

Pancho e Amarula

Pancho e Amarula

 

 

Pancho

Pancho

 

 

Pancho

Pancho

 

 

Pancho

Pancho

 

 

Pancho? Rudolph? ;-)

Pancho? Rudolph? 😉

 

 

Pancho

Pancho

 

 

Dori

Dori

 

 

Pancho

Pancho

 

 

Amarula, Pancho e Dori

Amarula, Pancho e Dori

 

 

Pancho e Primavera

Pancho e Primavera

 

 

Pancho e Primavera

Pancho e Primavera

 

 

Pancho e Primavera

Pancho e Primavera

 

 

Amarula

Amarula

 

 

Amarula

Amarula

 

 

Pancho

Pancho

Blind Guardian Brasil

Fã de verdade tem os álbuns originais, DVDs, autógrafos, fotos com “os caras”… e até camiseta!!!  😀

Visite www.blindguardianbrasil.com.br e compre a sua também!

 

 

Camiseta do Blind Guaridan Brasil – Frente

 

 

Camiseta do Blind Guaridan Brasil – Costas

Dupla exposição!

Dupla exposição é tirar duas fotos no mesmo quadro ou, uma por cima da outra, por assim dizer. Mas o mais importante a dizer é que “experimentar” muitas fotos com esse recurso é para lá de divertido e os resultados sempre são, no mínimo, interessantes!

Pouquíssimos modelos de câmeras digitais dispõe desse recurso que pode ser feito via photoshop, no entanto… mas daí, qual é a graça né? Já se estiver disposto a “encarar” uma câmera analógica, existem muitos modelos baratinhos (como a minha La Sardina, por exemplo) com o recurso disponível e simples de usar! É pura diversão…

 

Um Flash bem usado…

Fotografia analógica, para variar!


E não se esqueçam: Vai fazer um retrato? Ligue o Flash! 😉

 

Letícia, as fotos! Post 1 de 3…

Mais fotos feitas na aula de Direção… sorte a minha pegar uma parceira tão bonita e fotogênica, porque assim ficou fácil tirar fotos lindas né!

 

Letícia!

 

 

Letícia!

 

 

Letícia!

 

Dica: clique nas fotos para vê-las ampliadas.

Dica 2: tem mais dois posts com fotos da Lê vindo por aí ainda, não percam!

Um salto para a liberdade…

Passantes da FotoLândia! Não, eu não perdi nada importante que tenha necessitado a ajuda de São Longuinho recentemente ( 😉 ), no entanto, tirei três fotos “saltitantes” que acho que vocês vão gostar de ver!

Para começar, Anielly e seu salto para a liberdade…

 

O salto da Ani!

 

Dica: Clique na foto para vê-la ampliada!

Dica 2: Não percam os próximos pulos aqui na FotoLândia…

 

 

Sobre a Ana… Sobre a Paula: as fotos!

Finalmente pessoal!

Desde que eu escrevi o texto “Sobre a Ana… Sobra a Paula!” – curiosamente um dos textos mais “badalados” do blog ! –  que eu tinha vontade de colocar umas fotos para ilustrar o texto. Cheguei até a colocar alguma coisa uma vez mas, aquelas ainda não eram “AS” fotos, se é que me entendem… no final, preferi deixar sem nada.

Um dia, então, na matéria de Fotografia Autoral do curso que faço na Escola Portfólio, a Profe Gabi (chequem só o blog dela: http://gabrielaleirias.wordpress.com/) nos desafiou com um trabalho de autoretrato. E quando eu digo “desafiou”, não estou exagerando, porque para mim foi realmente um desafio.

Indecisa como sou, não conseguia chegar a um idéia: como fotografar a Ana e a Paula? Pensei e pensei, mas no final o resultado veio quase que naturalmente! Acabei fazendo três sessões com fotos completamente diferentes para conseguir as fotos que eu queria: a visão da Ana, a visão da Paula e a visão da Ana Paula! É… vocês vão entender melhor quando assistirem o vídeo com o resultado do trabalho!

Ah, mas antes disso, queria deixar aqui meu agradecimento mais que especial aos meus ajudantes: Célia e Ariela (as super amigas), Bita e Bitão (meus “veínhos”) e Vei e Amarula (minha “matilha”)! As fotos em que vocês verão duas de mim mesma não são montagens. Essas fotos foram feitas usando uma técnica bem trabalhosa e demorada e, para cada umas delas eram necessárias duas pessoas trabalhando, no mínimo, além de mim mesma. Esse trabalho não teria saído sem a ajuda e paciência desses ajudantes! 😀

Para finalizar, fica um “tira gosto” aqui na nesse post, mas o vídeo com o trabalho completo e a perfeitíssima trilha sonora do Blind Guardian vocês checam na página “Sobre a Ana… Sobra a Paula!”, afinal, tinha de ser lá, não é mesmo!

 

 

Sobre a Ana... Sobre a Paula - Por Paula

 

 

Sobre a Ana... Sobre a Paula - Por Ana

 

 

Sobre a Ana... Sobre a Paula - Por Ana Paula

 

 

FotoLândia orgulhosamente apresenta, na passarela…

Quando uma amiga me ligou convidando para um desfile de modas beneficente que ela estava ajudando a organizar… fiquei super empolgada!

Mas é claro que não demorou muito e já bateu a realidade: – Que responsa, heim! 😀 Mas que oportunidade para aprender também!

E saí a caça das informações: uma coisa com um professor, outra com outro, mais um pouquinho da internet e “voilà”…  algumas fotos aí em baixo!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Você estava por lá? Quer o arquivo completo com todas as fotos do defile? Clique AQUI para baixá-lo!

Trabalho de verdade…

… foi o que o Professor Luc pediu para minha turma na matéria de Fotografia PB (Preto e Branco, para os passantes não tão íntimos! 😀 ). Ele pediu uma releitura de uma fotografia em PB e até aí, tudo bem! O detalhe: em FILME!

Para quem possa ter pensado: – Ah, não pode ser tão difícil assim! Eu digo: engano seu!

Depois de dois filmes perdidos em duas tentativas com máquinas diferentes, muita ansiedade (afinal, revelar um filme leva um tempinho!), frustação e nervosismo… finalmente joguei o lenço e pedi ajuda profissional! E foi aí que o S. Domingos entrou em ação! Se não fosse a ajuda dele e da modelo favorita aqui da FotoLândia: Célia, esse trabalho não teria saído! Muito obrigada aos dois!

E o resultado de todo esse TRABALHO vocês conferem aqui! Espero que gostem!

 

Foto Original de Juliana Hoppe (Cliquem na foto para irem para o site de Altair Hoppe)

Releitura entregue!

 

 

Mas essa foi a favorita!

 

E uma propagandinha básica, para quem mora em PG: Foto Elite, pessoal! Além de ter a grande experiência do S. Domingos, ainda é o ÚNICO – acreditem, eu procurei! – foto da cidade onde achei filme PB para vender! Vale a pena… na Francisco Ribas, uma quadra antes da Caixa econômica! 😉

Célia e S. Domingos: se não fosse vocês, heim!

Fran e Fabi… e a Amarula!

Era uma vez duas princesinhas lindas que eram iguaizinhas… foi assim que eu comecei a sussurar no ouvido das minhas sobrinhas e afilhadinhas Fabi e Fran e, pelo jeito, elas até gostaram!

A avó delas, D. Luzia, correu me contar: – Elas adoram histórias!

Então passei um bom tempo inventando uma (boa?) história sobre duas princesinhas, uma beagle arteira e um sapo falante!

De onde veio o sapo? Oras, os sapos são figuras clássicas nas histórias infantis… ainda são né? Posso estar desatualizada nessa área!

Quer saber, o sapo falante (o grilo fica para outra história!) vai oferecer colo para elas, se elas vierem sem chorar, não precisa nem o beijo… o sapo vira Madrinha! 😉


Fabi e a Amarula! - Por "Madinha"

 

Fran - Por "Madinha"

Dica: para ver as fotos ampliadas, clique nelas!

O outro lado…

… dela! 😀 Na verdade, o lado dela que todos conhecemos melhor…

Na FotoLândia novamente: Célia!

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

 

Célia - Por Ana Paula

 

 

Fotos ampliadas? É só clicar!

 

Ariella, a Bruxa…

… de novo aqui na FotoLândia “encantando” passantes e moradores!!! 😉

 

Ari - Por Ana Paula

 

Um pouco mais de efeitos especiais dessa vez! A Ari sempre sendo minha cobaia… 😀 Me contem se gostarem, combinado?!

 

Dica de sempre: clique na foto para vê-la ampliada!

O retorno da Jé…

Mais uma da Jéssica! Essa foi eu quem bateu, não a brux… ops, Ariella! 😉

Aliás, coitadas dessas minhas amigas, viu! Devem estar curiosíssimas para ver as fotos e, como só terei tempo para rapassar todas no final de semana, vão vendo assim “pingadinhas” aqui no blog, junto com você, caro leitor!
Desculpem amigas, logo vocês terão suas fotos, ok! 😀

E atenção amantes da fotografia pois aqui está uma excelente dica dos grande fotógrafos, que já li em vários livros e artigos: nunca mostre suas fotos ruins! Antes de entregá-las ou sair mostrando, check todas e apague aquelas que têm erros de foco, foram sub ou hiperexpostas, ou seja, todas aquelas que ficaram ruins por algum motivo.

Mostre sempre e apenas, seu melhor trabalho!

 

 

Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella

Dica: quer ver a foto ampliada? É só clicar!

Célia, parando o trânsito!

Sem palavras… apenas as imagens! 😉

 

Por Ana Paula

 

Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella

 

Fotografia por Ana Paula – Cabelo e Maquiagem por Ariella


Fotografia por Ana Paula - Cabelo e Maquiagem por Ariella


Fotos ampliadas? Basta clicar!

 


O final do “causo” do atropelamento…

Continuando o “causo”…

Saímos correndo feito loucas. Peguei meu celular e liguei para a polícia que, ao invés de mandar logo o socorro, ficou fazendo perguntas! Caros leitores, sério, fiquei indignada com o tempo que demorou o socorro e com aquele policial que me atendeu, que sossego enquanto o pobre atropelado sangrava lá na nossa frente! Isso nos lembrou quando precisamos dos bombeiros no prédio onde moramos! Mais de 15 minutos para chegar! Até eu, a pé, teria chegado antes! E o prédio pegando fogo!

Continuando, o “rapagão” que dirigia, primeiro ficou preocupado com o carro para, só depois, se preocupar com o atropelado. Conversando com ele descobrimos que  já tinha perdido a carteira por excesso de multas! E estava dirigindo!!! Preciso comentar mais alguma coisa sobre o motorista?

Foi quando, no meio de toda essa loucura, o atropelado resolveu que iria se levantar e ir embora. E eu falando ao celular e dizendo para o moço ficar no chão e não se mexer, a Célia enterrada, de salto alto, naquela mal podendo se mexer e a pobre Ariella carregada com o equipamento e a maquiagem feito um burrinho de carga!

E o atropelado querendo sair correndo! Haja paciência!

Outra indignação aqui: nesse momento já tinha uma meia duzia de curiosos ali em volta. Todos homens. Mas fui eu quem teve de segurar o rapaz atropelado no chão, vocês acreditam? Caros leitores, quando os homens desse mundo ficaram, com o perdão da expressão, tão “bundões” assim? E não foi só aqui, nesse dia e incidente não, infelizmente “está” em todo lugar! Não vou nem perguntar onde está o cavalheirismo, vou perguntar onde está o bom senso e a boa educação mesmo!

Se você leitor, é homem, faça-me um favor: seja um homem. Dê seu lugar à uma pessoa idosa ou mulher com criança. Ajude alguém a carregar a mala ou sacola pesada. Acuda uma pobre fotógrafa e ajude-a a acalmar o acidentado e a fazer com que ele não se levante!

Voltando ao incidente… Pode ser que o rapagão tenha atropelado o rapaz porque estava olhando para nossa sessão de fotos? Pode sim. Mas o “isulfilm”, tão escuro quanto a noite, que ele tentou arrancar do carro antes mesmo de socorrer o atropelado não melhorou sua visibilidade, garanto. Além do quê, se você está dirigindo, nem que seja uma sessão de fotos para a Playboy, sua obrigação é olhar para a frente e prestar atenção.

O atropelado estava todo ensanguentado (e eu também à essa altura!) e uma das suas pernas tinha um belo “rombo”! Pensamos até que as pernas estivessem quebradas e pelo estrago no carro não entendemos como é que ele não estava era morto! Mas insitiu em se levantar e foi embora. Assim simplesmente… Aqui cabe uma nota: ele não cheirava a álcool, mas não estava em condições normais e isso era bem perceptível!

À essa altura suspiramos: aonde foi que a gente se meteu viu!

Depois de tudo isso, é claro, o rapagão que dirigia o carro também foi embora. Quando terminamos a sessão, vimos que a polícia o havia parado, um pouco para a frente do local do acidente. Não sabemos se realmente sabiam que era ele que tinha atropelado o rapaz ou se só o pararam por causa do estrago no carro, que ele já estava dirigindo novamente, diga-se se passagem.

Ficamos com vontade de parar e falar para polícia o que sabíamos, mas é claro que achamos melhor não falar nada, afinal, sabe Deus quem é esse rapaz. Infelizmente, tivemos de ser prudentes!

De qualquer maneira está aí a receita para um assasino no trânsito: irresponsável, inconsequente e, bem possivelmente, sem nenhuma punição. Enquanto ele não matar alguém não vai sossegar.


O atropelamento - Por Ana Paula