O Lobisomem… parte II

Não demorou nadinha (sorte nossa pois não tínhamos rosquinhas nem café em copos de papelão!) e eis que surge o lobisomem no horizonte do estacionamento! Tio Paulo tirou a cabeça pra fora e gritou para ele algo que não consigo mais me lembrar o que era…

Do que eu não me esqueço no entanto, foi da cara que ele fez quando viu a gente!!! Se encolheu todo e fez uma careta que traduzia um pensamento como: – Não acredito que eles estão aqui, como é que eu escapo dessa agora??? … ou ainda, a careta podia significar: – Nãoooo, por favor nãoooooooo!!! É, acho que a segunda opção é a mais provável!

Como estacionamos ao lado da caravam, ele não podia fugir! Quer dizer, poder, poderia… mas… isso implicaria em fugir A PÉ e nosso lobisomem não me parece dos mais esportistas!!! E graças a falta de esportividade dele, ele estava cercado!!! A-há!

Ele resmungou, ameaçou, se debatou, choramingou e ao fim… se rendeu! Por precaução, trocamos de carros! Tio Paulo foi com ele na caravam e a moça simpática veio comigo!

O resultado? Bem… eu tenho até a meia noite pra postar né….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s